Polícia investiga morte de advogado encontrado com três marcas de tiros em Jarinu

Conforme o registro, os policiais foram acionados para uma ocorrência de homicídio em uma área rural da cidade. No imóvel de dois andares, a equipe se deparou com a vítima caída na escada com sinais de disparos na nuca, no rosto e nas costas.

A Polícia Civil de Jarinu (SP) investiga a morte de um advogado de 40 anos no bairro Água Preta, em Jarinu (SP), no sábado (3). Segundo o boletim de ocorrência, Tomas Henrique Sant’Anna Rangel foi encontrado em casa com três marcas de tiros.

Conforme o registro, os policiais foram acionados para uma ocorrência de homicídio em uma área rural da cidade. No imóvel de dois andares, a equipe se deparou com a vítima caída na escada com sinais de disparos na nuca, no rosto e nas costas.

Tomas Henrique Sant’Anna Rangel foi achado em casa com três marcas de tiros (Foto: Arquivo pessoal)

Ainda segundo o boletim de ocorrência, Tomas tinha esquizofrenia, era usuário de drogas e havia sido internado para tratamento do vício por diversas vezes.

O registro afirma que na casa moravam o pai e a mãe da vítima. Tomas ficou cerca de sete meses em Minas Gerais e estava há uma semana em Jarinu. Um desentendimento com o pai, suspeito dos disparos, teria causado a morte dele.

A arma usada no homicídio foi achada no imóvel e apreendida. A polícia também identificou vários frascos de medicação manipulada.

O caso foi apresentado na delegacia da cidade e o pai de Tomas se apresentou para prestar esclarecimentos e foi liberado. O crime continua sendo apurado.

Fonte: G1.globo.com