Nhanduti de Atibaia inicia atividades de demonstração da técnica da renda tenerife

“Só se preserva aquilo que se ama, só se ama aquilo que se conhece”.

Orientada pela frase atribuída a Aloísio Magalhães* que entende ainda que “a comunidade é o melhor guardião do patrimônio”, a associação NHANDUTI DE ATIBAIA, inicia na região as atividades de DEMONSTRAÇÃO DA TÉCNICA DA RENDA TENERIFE na 3º Dobrada Cultural, série de eventos de promoção da cultura e das artes locais que acontece na cidade de Atibaia entre os dias 03 de março e 22 de abril.

A ONG NHANDUTI DE ATIBAIA se dedica ao estudo e resgate da Renda Tenerife, também conhecida por nhanduti, técnica artesanal que teve expressão econômica na região até meados dos anos 1900. Elizabeth Correa, idealizadora do projeto, se dedica à tecelagem artesanal juntamente com a rendeira Cícera Mendes há mais de 10 anos, e agora o projeto passa a adotar a DEMONSTRAÇÃO como estratégia de promoção do saber-fazer que se encontra em vias de esquecimento.

A proposta é que, criando condição para uma rápida vivência, a DEMONSTRAÇÃO estimule o participante a conhecer e a reconhecer-se no saber-fazer que se encontra praticamente esquecido, passando ele então a atuar como multiplicador dessa integração. É atividade muito utilizada no exterior por grupos que trabalham com preservação cultural que assim combatem o abandono de saberes e fazeres que integram o patrimônio cultural imaterial.

As mestras rendeiras estarão presentes na Dobrada Cultural em duas datas.

No dia 08 de março, Dia Internacional da Mulher, a DEMONSTRAÇÃO será na abertura da mostra “A Essência do Feminino”, às 19h, no Centro de Convenções e Eventos “Victor Brecheret”. A ocasião é especialmente feliz já que se trata de inauguração de exposição coletiva que traz o poder criativo e transformador das mulheres por meio de obras em diversas técnicas que vão da escultura à fotografia, passando pela pintura e cerâmica.

A segunda DEMONSTRAÇÃO se dará no dia 15 de março, outra data muito especial em que acontece no Centro de Convenções “Victor Brecheret”, das 8 às 17hs, o “I Fórum Regional de Igualdade de Gênero e Empoderamento Feminino”. Nos intervalos das atividades do Fórum os participantes do evento poderão conhecer um pouco da Renda Tenerife e das rendas artesanais que chegaram na América.

O Centro de Convenções Victor Brecheret fica na Al. Lucas Nogueira Garcez, 511, Parque das Águas, Atibaia.

Mais informações: nhanduti.org@gmail.com

* Aloisio Magalhães foi designer e secretário de cultura doMinistério da Educação e Cultura e diretor do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). Sempre esteve ligado a questões próprias da cultura brasileira.

Fonte: Elizabeth Correa – Associação Nhanduti de Atibaia