Polícia usa imagens para tentar identificar bando que atacou agências bancárias em Jarinu

Criminosos explodiram caixas eletrônicos, atiraram contra a base da Guarda Municipal e na fuga queimaram três carros em Jarinu.

A Polícia Civil vai usar imagens de câmeras de segurança para tentar identificar os criminosos que assaltaram duas agências bancárias em Jarinu, na madrugada da última terça-feira (23).

Segundo a Polícia Militar, os criminosos explodiram caixas eletrônicos, atiraram contra a base da Guarda Municipal e, na fuga, queimaram três carros na rodovia Edgard Máximo Zambotto. A ação ocorreu às 4h20 na região central da cidade, nas unidades do Itaú e Banco do Brasil, na esquina da rua Independência.

De acordo com o investigador da DIG, Almir de Oliveira, quanto mais rápido as imagens chegarem mais rápido o crime será esclarecido. “Inclusive, 80% dos casos são esclarecidos por meio de imagens”, diz.

Em nota, o Banco do Brasil informou que colabora com a polícia e com as informações necessárias. A agência recebeu pedido de cessão de imagens da Polícia Civil e finaliza as providências para a entrega.

O Itaú Unibanco informa que devido aos danos provocados pelas explosões ao equipamento de gravação, uma equipe trabalha para disponibilizar as imagens o quanto antes para a polícia.

Segundo a Polícia Militar, os ladrões estouraram oito caixas e conseguiram levar dinheiro, mas a quantidade não foi divulgada.

Como uma das agências fica perto da base da GCM, um dos oficiais teria ouvido uma conversa e saiu verificar se havia algum problema, quando os suspeitos começaram a atirar, conforme a corporação.

Pelo menos oito disparos teriam atingido a base. Segundo a GCM, o guarda conseguiu se abrigar e pedir reforço, momento em que os criminosos fugiram do local. Ninguém ficou ferido.

De acordo com a polícia, além dos três carros queimados na rodovia, outros dois veículos foram encontrados destruídos em estradas vicinais para impedir o acesso das equipes. Os carros já foram identificados.

A Polícia Civil, Militar e a perícia foram acionadas. As equipes encontraram nas ruas cápsulas de fuzil, metralhadora 9mm e espingarda calibre 12.

Fonte: G1.globo.com